Pular para o conteúdo principal

Aplicação de Vendas com JBoss Seam - Parte I (Instalando o JBoss)


Pensando recentemente em como fazer alguma coisa de mais útil para a galera que lê meu blog, me deparei com uma situação nova: o novo curso que estou ministrando no CEPEP de Java Avançado.

E o objetivo central do curso é desenvolver a aplicação referida utilizando tecnologias web recentes e estáveis como EJB para a camada de negócio, JPA para persistência, a dupla JSF e Ajax integrados ao JBoss Seam como visão. Então estarei aqui postando pra vocês o resultado deste trabalho que servirá também como forma de incentivo à revisão dos meus alunos. :)

Antes de mais nada temos de fazer a configuração do nosso servidor JBoss. Pra quem ainda nunca ouviu falar do JBoss, este é um servidor corporativo J2EE robusto, com suporte a EJB e você pode encontrar mais detalhes neste link.

Atualmente estamos na versão 7.0 do JBoss AS (Application Server), mas iremos trabalhar com a versão 6.0 por questão de conveniência, abrangência e aceitação geral. Usaremos também a versão Helios do Eclipse (também não é a mais recente, estamos com o Eclipse Indigo, mas a usaremos pelo mesmo motivo do servidor).

Resumindo, o que precisaremos para o projeto:
  1. Eclipse Helios IDE, que você pode baixar aqui (Instale a versão de acordo com seu Sistema Operacional; Aqui vamos utilizar a versão para Windows 7);
  2. JBoss Tools 3.2 (plugin para o Eclipse). Link para instalação e configuração do plugin aqui;
  3. JBoss AS 6.0 (Servidor JEE), download aqui (Não esqueça de descompactar);
Obs.: Também precisaremos fazer o download do pacote do Seam, mas isso ficará para o momento específico.

Descompacte o Eclipse em um diretório de sua preferência e execute-o. Selecione seu workspace e saia da tela de apresentação. Verifique se está na Perspectiva Java EE e com a aba Servers selecionada, tal como na Figura 1.

Figura 1. Tela inicial do Eclipse

Para trabalhar com versões do servidor JBoss superiores à 5 no Helios, temos de instalar o JBoss Tools, pois é nele que se encontra a adesão à versão 6 do JBoss. Para isso, vamos no menu "Help > Install New Software > Add" e adicione a seguinte URL: http://download.jboss.org/jbosstools/updates/stable/helios/ tal como na figura 2.

Figura 2. Adicionando URL JBoss Tools
Aguarde até ele carregar a lista de dependências e selecione a última opção "Web and Java EE Development". Clique em "Next", aceite os termos de licença e por fim clique em "Finish" e aguarde ele fazer a instalação. No final, irá ser solicitada o restart do Eclipse.

Feito isso, nosso Eclipse já está apto a portar um servidor JBoss As 6. Para tanto, vá até a aba "Servers", clique com o botão direito, "New > Server > JBoss As 6.0". Clique em "Next" e na próxima janela em "Home Directory" selecione "Browse..." e procure o diretório do JBoss As que você fez download há pouco (Figura 3).

Figura 3. Configurando JBoss AS
Clique em "Finish". Inicie seu servidor: Botão direito no servidor > Start.

Prontinho, servidor instalado e pronto pra usar! =)

  • Erros Comuns
    • Na instalação do JBoss Tools, é necessário que você esteja conectado à internet (e sem proxy), uma vez que a mesma faz a instalação do plugin via download. Se não tiver acesso, faça o download do plugin e instale-o manualmente, tal como é mostrado neste link;
    • É comum tomar o seguinte erro quando se inicia o JBoss: Error installing to Start: name=jboss.web.deployment:war=/invoker state=Create mode=Manual requiredState=Installed: java.net.URISyntaxException:. Este erro acontece porque você instalou o JBoss em um diretório que tem "espaços em branco". Ex.: C:/Users/Diogo Souza/Teste tem um espaço em branco no meio dele, e isso ocasiona quebra de URL location para o server. Para resolver, coloque o JBoss em um diretório sem quebras e reinstale o servidor - Algumas vezes pode ser necessário fechar o Eclipse para renomear o caminho do servidor.

Comentários

  1. Olá Diogo
    ... continua?

    ResponderExcluir
  2. Olá Anônimo, continua sim... rsrs

    Estou mudando de empresa agora e irei trabalhar diretamente com JBoss seam, o que facilitará minha continuação dos posts!

    Só aguardar um pouco! :-)

    ResponderExcluir
  3. Olá Diogo tambem mudei de empresa e aqui é jboss Help us ! T+
    Paulo Camargo.

    ResponderExcluir
  4. Olá Paulo, nem vi teu comentário... Qual a dificuldade exatamente?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como acessar um iframe e seus elementos via jQuery?

Recentemente tive  um problema no projeto pois sentiu a necessidade de acessar um valor de um input que estava dentro de um iframe. Esse tipo de situação não é tão comum, uma vez que geralmente acessamos os valores do iframe para fora. Para acessar, de dentro de um iframe, um valor externo, utilizamos o seguinte código: $('#idDoElementoExterno', parent.document).val(); Entretanto, nunca tínhamos passado pela situação contrária. Pesquisando um pouco descobrimos uma alternativa, porém em JavaScript. Para ficar melhor o entendimento, vamos simular uma situação aqui. Temos uma página html "A.html" e dentro da mesma existe um iframe que aponta (src) para uma página "B.html": <!-- A.html --> <html> <head> <title>Testando iframe - jQuery</title> <script language="JavaScript"> function exibeValor() { // alert aqui! } </script> </head> <body> <input typ

"Content is not allowed in prolog" - Entendendo exceção no Seam

Recentemente tive um problema de edição em um arquivo .xhtml utilizando JBoss Seam, Richfaces e afins. A princípio a mensagem de erro não dizia muito a respeito da causa do mesmo: com.sun.facelets.FaceletException: Error Parsing /consulta.xhtml: Error Traced[line: 1] Content is not allowed in prolog. "O conteúdo não é permitido no prólogo". Mas que conteúdo? Em qual prolog? Depois de dar uma pesquisada descobri que o erro acontece em vista de terem sido colocados alguns caraceteres inválidos antes da declaração de documento xml na página xhtml. Em outras palavras, a primeira coisa que deve constar em um documento xml (afins) deve ser: <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> Qualquer coisa antes disso, até mesmo um simples espaço em branco, pode gerar o erro em questão. Por fim, lembre-se de que a declaração de documento xml segue o padrão de encoding definido. Logo temos: <!-- Inc

Integrando Android e PayPal com Java e MySQL - Parte 2

Na primeira parte deste artigo, nós cobrimos toda a configuração inicial do ambiente, envolvendo principalmente o projeto Java Web com Restful, as bibliotecas e ferramentas envolvidas, bem como suas respectivas versões. Criamos também toda a comunicação com o banco de dados, o modelo Entidade-Relacionamento, o SQL gerado e as configurações da API do PayPal SDK para Java. Nessa parte, focaremos em finalizar a aplicação de modelo, principalmente no lado Android, testando tudo de forma local. Você poderá efetuar o download do código fonte diretamente do meu GitHub, no botão abaixo: DOWNLOAD CÓDIGO Na Figura 1 abaixo você pode visualizar como ficarão nossas telas ao final da implementação: Configurando o projeto Android Antes de criar o projeto, precisamos efetuar o download do PayPal Android SDK . Extraia os arquivos em uma pasta de preferência. Mais uma vez, você pode se sentir à vontade para usar o Eclipse Android Bundle ou o AndroidStudio para programar a parte Andr