Pular para o conteúdo principal

Evento JavaCE Community Conference - Eu palestrei!!

E aí galera, anotando mais uma anedota de minha vida conturbada (porém massa) de programador, agora emplaquei também como palestrante.

O evento JavaCE Conference foi organizado de forma a buscar atingir toda a galera de Java/afins.

No dia 11/05 (primeiro dia do evento) palestrei sobre o framework de injeção de dependência para Android Google Guice às 15:40.

Foi uma ótima experiência, marcada e gravada!

Conforme prometido, segue apresentação powerpoint da palestra.

E o código no GitHub também com o projeto modelo usado na mesma: https://github.com/diogoSouza/calculo-imc-javace-conference.

o/

Comentários

  1. legal prof. diogo tem mais vitorias na vida vlw quero me espirar em vc valeu...

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti sua palestra, para mim foi uma das melhores! Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Cara, ouvi você falar que gosta de usar o maven nos seus projetos android. Como se usa o maven em um projeto android? Estou com o maven 3.X configurado, crio um projeto android e depois em Convert to maven project...aí ele gera o pom.xml, mas dá o seguinte erro: /androidmaven/gen already exists but is not a source folder. Convert to a source folder or rename it. Onde foi que eu errei?

    ResponderExcluir
  4. Oi Jonnys, pra facilitar pra ti, vou publicar um artigo essa semana aqui no blog sobre isso, blz?

    Era algo que já vinha pensando mas pela falta de tempo não tinha feito ainda.. :)

    ResponderExcluir
  5. Beleza cara...fico aguardando. Valeu!

    ResponderExcluir
  6. A sua palestra foi uma das melhores que vi no evento. Não só pelo assunto interessante, mas a palestra em si foi divertida. E a ideia de mostrar um código normal e como 'evoluir' usando o Guice foi muito massa. Parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Marcos, obrigado!

    Jonnys, demorou mas saiu!

    Vide tutorial acima deste! :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como acessar um iframe e seus elementos via jQuery?

Recentemente tive  um problema no projeto pois sentiu a necessidade de acessar um valor de um input que estava dentro de um iframe. Esse tipo de situação não é tão comum, uma vez que geralmente acessamos os valores do iframe para fora. Para acessar, de dentro de um iframe, um valor externo, utilizamos o seguinte código: $('#idDoElementoExterno', parent.document).val(); Entretanto, nunca tínhamos passado pela situação contrária. Pesquisando um pouco descobrimos uma alternativa, porém em JavaScript. Para ficar melhor o entendimento, vamos simular uma situação aqui. Temos uma página html "A.html" e dentro da mesma existe um iframe que aponta (src) para uma página "B.html": <!-- A.html --> <html> <head> <title>Testando iframe - jQuery</title> <script language="JavaScript"> function exibeValor() { // alert aqui! } </script> </head> <body> <input typ

Integrando Android e PayPal com Java e MySQL - Parte 2

Na primeira parte deste artigo, nós cobrimos toda a configuração inicial do ambiente, envolvendo principalmente o projeto Java Web com Restful, as bibliotecas e ferramentas envolvidas, bem como suas respectivas versões. Criamos também toda a comunicação com o banco de dados, o modelo Entidade-Relacionamento, o SQL gerado e as configurações da API do PayPal SDK para Java. Nessa parte, focaremos em finalizar a aplicação de modelo, principalmente no lado Android, testando tudo de forma local. Você poderá efetuar o download do código fonte diretamente do meu GitHub, no botão abaixo: DOWNLOAD CÓDIGO Na Figura 1 abaixo você pode visualizar como ficarão nossas telas ao final da implementação: Configurando o projeto Android Antes de criar o projeto, precisamos efetuar o download do PayPal Android SDK . Extraia os arquivos em uma pasta de preferência. Mais uma vez, você pode se sentir à vontade para usar o Eclipse Android Bundle ou o AndroidStudio para programar a parte Andr

[SoapUi] Removendo comentários "Optional" em Web Services

O SoapUI é uma ferramenta de geração de testes client criada para facilitar a vida tanto de desenvolvedores quanto dos testers de Web Services. Através dela, o usuário tem a possibilidade de gerar projetos a partir da URL do WSDL do serviço. Através disso uma requisição de ação (request action) será gerada com os parâmetros do método requerido já carregados inicialmente. Independente da tecnologia WS usada, o SoapUI tem o poder de reconhecer os parâmetros, em vista da universalidade do xml usada na especificação. Além disso, é possível observar também a presença do comentários que vem precedidos de cada campo. Como mostrado na figura abaixo. Figura 1. Código exemplo de request action no SoapUi Esse tipo de comentário existe para o caso em que o número mínimo de ocorrências para o parâmetro é zero. Se o elemento for obrigatório o SoapUi não exibe nada acima. E é ainda onde entra a questão... Como fazer? Suponha que você tenha um WSDL semelhante ao exibido na listagem aba